sexta-feira, 2 de setembro de 2011

little love and little princess

ainda há muita merda que me dói, muitas situações que tu contas e que risos e mimos não disfarçam por muito amorosos que sejam. não me atrevo a dizer que sejam inteiramente desconfortáveis, mas acho que pelo teu tom de voz que progressivamente vais alterando me levo a tocar no medo. me levo ou me levas, nem sei. 
só que depois, em alturas como estas em que te vejo entrar quarto dentro, a vontade é única e somente de me lembrar de ti, da tua barba, dos teus segredos. que delicia. fazia disto a minha vida, só contigo e com quem me dá conselhos. conselhos a sério, que eu procuro e raramente encontro porque me armo em estúpida com quem menos merece. mas enfim, as coisas acontecem diz a minha mãe. e agora quero crescer nem que seja para lhe mostrar que cheguei onde ela tanto me tentou levar. ela, sem nome já...
(nem quero continuar isto. noutra altura, who knows little princess.)

2 comentários:

  1. fazíamos de muitas situações o resto das nossas vidas matilde !

    ResponderEliminar
  2. é sim, mas nao tem sido. lindo matilde

    ResponderEliminar